RS: semeadura do arroz atinge 57% da área prevista no Estado, diz Irga

RS: semeadura do arroz atinge 57% da área prevista no Estado, diz Irga

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Rate this article:
No rating

Porto Alegre/RS

Novo levantamento da evolução da semeadura do arroz no Estado do Rio Grande do Sul aponta até o momento 614.622 hectares, ou 57% do total calculado de 1.078.279 ha para a safra 2017/2018. O estudo é produzido pela Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), baseado em dados fornecidos pelo Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) e Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates).

A região produtora da Fronteira Oeste segue sendo a mais adiantada até o período, com 245.363 hectares (77,43%) de área semeada, seguida pelas regionais da Zona Sul com 131.780 ha (75,9%); Planície Costeira Interna 80.376 ha (54,83%); Campanha 80.144 ha (49,23%); Planície Costeira Externa 38.259 ha (28,42%) e Central 38.700 ha (26,9%).

A Coordenadoria Regional Fronteira Oeste compreende as maiores localidades produtoras do cereal no Estado. Abrangendo os Nates dos municípios de Alegrete, Itaqui, Quaraí, Santo Antônio das Missões, São Borja e Uruguaiana. De acordo com o engenheiro agrônomo Ivo Mello, responsável pela Coordenadoria Regional da Fronteira Oeste do Irga, alguns produtores que já concluíram o plantio têm colocado à disposição para aluguel suas máquinas a produtores que permanecem semeando.

As poucas chuvas foram determinantes para o avanço do plantio nas últimas semanas, possibilitando a semeação do grão no período das janelas abertas. “Os produtores que seguem as recomendações técnicas, os manejos para a alta produtividade, como por exemplo, o Projeto10+, em sua maioria já está com a área de plantio praticamente terminada e em muitos casos, concluída. Quando o produtor se organiza, a chance de semear na época certa é maior”, ressalta Mello.

São Borja, que tradicionalmente é uma das cidades que primeiro termina o plantio, foi muito prejudicada em função das chuvas nesta safra. Com uma primavera muito chuvosa, áreas na beira do rio ficam com os canais cheios da água da chuva necessitando de maior tempo para drenar toda água. Mello também alerta para outra dificuldade enfrentada por alguns produtores de Alegrete, Itaqui, Maçambará, São Borja e Uruguaiana. “No fim do mês de outubro ocorreram ventos muito fortes, que ocasionaram a queda de diversos postes de luz. Sem energia elétrica, os manejos para colocação de água ficam suspensos, atrasando esta etapa. A estatística é de perda de dois sacos por dia”, conclui.

A janela ideal para semeadura vai até quarta-feira que vem, dia 15 de novembro, a expectativa é de que se as condições climáticas continuarem favoráveis, em torno de 95% da área prevista para o plantio nos municípios de Alegrete, Quaraí e Uruguaiana estejam semeados.
 


Fonte: Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) 

Number of views (14)/Comments (0)

Tags:

Please login or register to post comments.

Suínos

Bovínos

Frango/Ovo

Leite e Derivados

Carne e Derivados

Madeira Cavaco

Mercado Financeiro

Box Agrocotações

Cotação (máx)
R$ 60,50
Soja/RS
R$ 61,83
Soja/BA
R$ 63,20
Soja/PR
R$ 63,50
Soja/MT
R$ 64,50
Soja/SC
R$ 68,39
Soja/SP
R$ 18,03
Milho/MT
R$ 27,00
Milho/BA
R$ 27,33
Milho/PR
R$ 30,38
Milho/SC
R$ 30,50
Milho/SP
R$ 31,67
Milho/RS
R$ 62,35
Cana@/SP *
R$ 56,50
Tora/SC *
R$ 155,00
Tora/PR *